Projeto Civil

Projeto estrutural

O projeto estrutural é fundamental para qualquer edificação, sendo necessário elaborá-lo tanto em novas obras quanto em reforços estruturais. Esse trabalho evita muitos problemas futuros e, acidentes que podem ser fatais. Realizar esse tipo de serviço, além de trazer uma segurança a edificação, irá garantir que os melhores materiais serão utilizados e será projetada de acordo com as normas vigentes, garantindo assim a regulamentação correta da construção, reforma ou reforço estrutural.

Sendo assim, o que é um projeto estrutural?

O projeto estrutural é o resultado do conjunto de vistorias, cálculos, técnicas, ferramentas e dados. Esses dados são informações passadas através de visitas a campo, diagramas, desenhos técnicos e o memorial descritivo. Todos os documentos gerados durante a elaboração do projeto estrutural são de extrema importância a construtora que irá executar o serviço, assim como é de suma importância que o cliente possua esses documentos.

Como elaborar um bom projeto?

Para elaborar um bom projeto estrutural, o primeiro passo é contratar um engenheiro civil registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. 

Além disso, verificar e analisar os projetos executados por este profissional. O segundo passo é conversar atentamente com o profissional e deixar bem claro quais serão as suas necessidades, dessa forma o projetista conseguirá elaborar e calcular adequadamente os elementos que farão parte do projeto.

O terceiro passo é a elaboração e cálculos do projeto. O qual o engenheiro irá inserir na planta baixa todos os elementos estruturais ou identificará os elementos que necessitam ser reforçados, vai definir os materiais que serão utilizados, projetará de forma mais harmônica possível com a arquitetura, definirá o sistema de fundação e a técnica construtiva que melhor irá de adequar para a edificação e ao cliente. Além disso, dimensionará corretamente a planta de cargas, critérios de segurança da edificação assim como a classe de agressividade ambiental, realizará o detalhamento das armaduras e a vida útil da estrutura.

Nesse passo é importante salientar o projeto do sistema de impermeabilização. Esse conjunto de técnicas e materiais irá assegurar que sua edificação terá a proteção contra a água e gases nocivos. Auxiliando assim a segurança, estendendo a vida útil da estrutura e protegendo seus usuários. 

O projeto do sistema de impermeabilização começa com a análise criteriosa do projetista em cima da planta baixa e do local de instalação, a partir dessa análise é realizado o gerenciamento de risco da edificação e em seguida o sistema é projetado.  O sistema pode ser classificado em 5 tipos: Elasticidade, apresentação, colagem no substrato, aderência e ambiente.

O quarto passo é a conferência do projeto. Esse passo é fundamental para evitar possíveis erros durante a execução do projeto estrutural. Recomendamos verificar atentamente os seguintes pontos:

- Planta baixa (Verificar estruturas existentes, declive do terreno, coordenações geográficas);

- Materiais a serem utilizados;

- Projetos elétricos (Passagem dos eletrodutos, entrada de energia, quadro de distribuição, disjuntores e interruptores);

- Projetos hidráulicos (Passagem de tubulações de água fria e quente, esgoto e águas pluviais);

- Demais projetos complementares (Projeto de impermeabilização, SPDA, TV acabo, telefônico e/ou internet);

O quinto passo será a aprovação com o cliente, verificar se está atendendo todas as exigências do cliente e todas as questões de segurança. Em seguida, emitir as anotações de responsabilidade técnica (ART) e submeter a aprovação junto aos órgãos interessados.

Projeto Engenharia Civíl em Curitiba

Projeto Civil

Projeto Hidráulico / Hidro Sanitário

A Azdec Engenharia trabalha com projetos hidráulicos e hidro sanitários, os quais são projetos quem possuem detalhamento das instalações tanto de água fria como de água quente e esgoto da edificação, e no qual é realizado estudos para a sua aprovação junto a concessionária responsável pelo abastecimento hídrico, coleta, tratamento do efluente e das águas pluviais.

Sendo assim, o que é um projeto hidráulico e hidro sanitário?

Os projetos hidráulicos e hidro sanitários são um conjunto de técnicas, cálculos, ferramentas e informações necessárias para realizar a instalação da água fria, água quente, esgoto e águas pluviais. Essas informações estão organizadas em diagramas, pranchas, desenhos técnicos e memorial descritivo.  Todos os documentos gerados durante a elaboração dos projetos são de extrema importância a empresa ou empreiteira que irá realizar o serviço, assim como é de suma importância que o cliente possua esses documentos.

Como elaborar um bom projeto?

Para elaborar um bom projeto hidráulico e hidro sanitário, o primeiro passo é contratar um engenheiro civil registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). 

Além disso, verificar e analisar os projetos executados por este profissional. O segundo passo é conversar atentamente com o profissional e deixar bem claro quais serão as suas necessidades, dessa forma o projetista conseguirá elaborar e calcular adequadamente os elementos que farão parte do projeto.

O terceiro passo é a elaboração e cálculos do projeto. O qual o engenheiro irá inserir todos os pontos hidráulicos na planta baixa, vai definir os materiais que serão utilizados, projetará possíveis sistemas alternativos de captação e reutilização de água pluvial, cisternas ou poços artesianos, assim como o tratamento alternativo para os efluentes.

O quarto passo é a conferência do projeto. Esse passo é fundamental para evitar possíveis erros durante a execução do projeto. Recomendamos verificar atentamente os seguintes pontos:

- O ponto de distribuição e coleta da rede pública;

- Planta baixa (Verificar estruturas existentes: medidas, paredes, portas e janelas, inclinações do terreno, coordenações geográficas);

- Pontos de distribuição e coleta d’água na edificação;

- Dimensões do reservatório;

- Materiais a serem utilizados;

O quinto passo será a aprovação com o cliente, verificar se está atendendo todas as exigências do cliente e todas as questões de segurança. Em seguida, emitir as anotações de responsabilidade técnica (ART) e submeter a aprovação junto aos órgãos interessados.

Sendo assim, nós da Azdec Engenharia, nos preocupamos com a segurança e todas as normas que permeiam a elaboração dos projetos hidráulicos e/ou hidro sanitários. 

Entre em contato e agende uma conversa!

Projeto de impermeabilização

A Azdec Engenharia trabalha com projetos de sistema de impermeabilização, onde compreendemos que a impermeabilização na construção civil tem como finalidade a proteção contra o intemperismo, a ação conjugada ou cíclica da água, oxigênio e vapores agressivos, gases poluentes, maresia, ozônio, chuvas acidas ou até o próprio lençol freático, utilizando de técnicas para conter ou escoar para fora do local protegido.

Os sistemas de impermeabilização devem ser projetados pensando na proteção da estrutura, devido à perda de habitabilidade e de sua funcionalidade, tendo em vista degradação do concreto, a corrosão das armaduras assim como possíveis curtos circuito e a deterioração estética da edificação.

A elaboração dos projetos de impermeabilização quando realizados antes do início da obra podem girar em torno de 1% a 3% do custo total da obra, porem quando sua implantação é no decorrer da execução da edificação, seu custo sobe para 5% a 10% do custo total. Ao não se realizar esta proteção, as consequências variam de depreciação do valor patrimonial, o famoso quebra-quebra, a dor de cabeça que reformas mal geridas podem causar, ou em casos mais graves o colapso da estrutura.

Os projetos de impermeabilização devem ser elaborados levando em conta 5 itens de classificação:

  • Elasticidade: Os sistemas de impermeabilização podem ser classificados devido a necessidade, sendo utilizado sistemas rígidos, semi-rigidos ou semi-flexiveis e sistemas elásticos ou flexíveis.

  • Fabricação: Os sistemas elásticos podem ser classificados devido a fabricação industrial onde o material está pronto para uso, vendidos em rolos com comprimentos e larguras variáveis. Existe também os moldados no local onde são aplicados em camadas sucessivas com o auxílio de pincel, trincha, rolo, espátulas ou outras ferramentas com a mesma finalidade, estas camadas são aplicadas até se adquirir espessuras e consumos indicados pelos fabricantes.

  • Colagem no substrato: O material pode ser classificado quanto ao processo de colagem a superfície, a frio, a quente (asfalto oxidado ou modificado) ou por maçarico a gás;

  • Aderência ao substrato: O material pode ser classificado em como ele irá aderir a superfície, flutuante, semi-flutuante ou semi-aderido e aderido;

  • Solicitação do ambiente: A impermeabilização pode ser classificada em como a água irá afetar a estrutura, água de percolação, sob pressão, de condensação ou pela umidade do solo;

Para adotarmos um sistema de impermeabilização, é importante conhecermos os locais e suas características, condições de ambiente, qualidade dos materiais, desempenho e uso esperado da estrutura, mas nunca esquecendo das condições econômicas, sustentabilidade ambiental.

Sendo assim, nós da Azdec Engenharia, nos preocupamos com a segurança e todas as normas que permeiam a elaboração do projeto de impermeabilização. 

Entre em contato e agende uma conversa!